«

»

Mar 20

100 fotos da Super-Lua

lunar parthenon
(APOD com a super-Lua sobre o Partenão, na Grécia)

Pelo astronauta Paolo Nespoli, a bordo da Estação Espacial Internacional:

Por todo o mundo, estão-se a tirar muitas fotos da Super-Lua.

No Ártico:

A NASA tirou esta fotografia em Washington DC:

Em Washington DC, por Sandy Adams:

Em Washington, por Tim McCord:

Na Flórida:

Na Flórida, por Tom Connor:

Na Flórida, por Steve Nesius:

Na Flórida, por Daron Dean:

Na Universidade da Flórida:

Em Nova Iorque:

Em Nova Iorque, por Mike Segar:

Em Boston, pelo Dennis Di Cicco, na APOD:

Em Massachusetts, por Gregory Scheckler:

Em Illinois, por Kevin Palmer:

Na Carolina do Norte, por Tavi Greiner:

Na Geórgia, por Brad Ervin:

Em Michigan, por Susan Wagener:

Em Nova Orleães, por Peter Jansen:

No Texas, por Bill Dillon:

No Texas, por Phillip Jones:

No Canadá, por James Willinghan:

No Canadá, por Jean-Guy Corbeil:

No Canadá, por Nona Clark:

Na África do Sul, por Carol Botha:

Na Índia, por Sajjad Fazel:

No Chile, pelo ESO:
eso lua

No Chile:

Na Austrália, por Donna Oliver:

Na Turquia, por Rasid Tugral:

Na Polónia, por Marek Nikodem:

Na Suécia, por Peter Rosén:

Em Londres, Inglaterra, por Francisco Diego:

Na Inglaterra, por Pete Glastonbury:

Na Inglaterra, por Jerry Krzyzanowski:

Na Inglaterra, por Ian Griffin:

Na Inglaterra, por Jon Super:

Na Inglaterra, por Ben Birchall:

Na Inglaterra, por Andrew Greenwood:

Na Inglaterra, por Suzanne Plunkett:

Na Inglaterra, por Peter Scott:

Na Alemanha, por Daniel Fischer:

Na Alemanha, por Fabrizio Bensch:

Na Alemanha, por Stephan Heinsius:

Na Holanda, por Jan Koeman:

Na França, por Jean-Baptiste Feldmann:

Na Rússia:



Na Espanha, por Paco Bellido:

Mais algumas fotos aqui:



Mas claro, aqui no astroPT, privilegiamos as fotos tiradas pelos falantes de língua portuguesa :)

O João Clérigo publicou este post, com algumas das suas imagens na Marinha Grande:

O João Cruz publicou este post com a imagem da Lua:

O Rui Barbosa publicou este post, com algumas das suas imagens em Braga:

O Paulo Casquinha fez esta imagem, em Palmela:

O Pedro Ré fez esta imagem:
moon alpha

A Sandra Reis enviou-me as fotos que ela tirou, a partir de Travassô, Aveiro, para partilhar aqui:



O Ricardo Ribeiro enviou-nos estas fotos no Facebook, a partir de Guimarães:


O Marco Jay, enviou-nos esta foto pelo nosso Facebook:

Em Lisboa, por Emanuel Lopes:

Foi também criado um evento no Facebook, chamado Maior Lua Cheia dos últimos 20 anos, em que vários membros estão a fazer upload das fotos que vão tirando.
Destaco estas:
Do Rui Mendez, no Sabugal, Guarda:

Do António Silva, em Vila Real:

Do Hélder Afonso, em Coimbra:

Do Luís Carvalho, na serra do Açor, Arganil:

Do Hugo Silva, na Figueira da Foz:

Do Ricardo Milheiro, em Lisboa:

Da Rita BoaVida, em Lisboa:

Da Ivone Gil, em Porto Côvo, Setúbal:


Da Vera Mónica, em Torres Vedras:

Do Rodolfo Gouveia, no Funchal:

Do Flávio, no Brasil:


Da Fátima Gomes, no Rio Grande do Norte, Brasil:

Do Walter Lima, em Porto Alegre, no Brasil:

Da Renata Moulin, no Rio de Janeiro:


Do Luiz Salama, no Rio de Janeiro, Brasil:

Podem ver mais fotos, aqui.

E se nos mandarem fotos (link nos comentários), teremos todo o prazer de as publicar :)

Acerca do autor(a)

Carlos Oliveira

Carlos F. Oliveira é astrónomo e educador científico.
Licenciatura em Gestão de Empresas.
Licenciatura em Astronomia, Ficção Científica e Comunicação Científica.
Doutoramento em Educação Científica com especialização em Astrobiologia, na Universidade do Texas.
Criou e leccionou durante vários anos um inovador curso de Astrobiologia na Universidade do Texas.
É actualmente Research Affiliate-Fellow em Astrobiology Education na Universidade do Texas em Austin, EUA.
Trabalhou no Maryland Science Center, EUA, e no Astronomy Outreach Project, UK, recebeu dois prémios da ESA, e realizou várias palestras e entrevistas nos media.

30 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Carlos Oliveira

    partilhem :-)

  2. luana

    MARAVILHOSA!

  3. Salete Felício

    Estão fantásticas as fotos!

  4. Geraldo Abreu

    Belíssimas as fotos! Aqui em Porto Alegre, RS – BR nosso satélite deu um verdadeiro show!!!

  5. Ana Guerreiro Pereira

    Porque é que algumas fotos têm as crateras à direita e outras à esquerda? Não era suposto ser devido a estar-se no hemisferio norte ou sul? há fotos de portugal que parecem ter sido tiradas no hemisferio sul ?

    (questão q me foi colocada por um leitor q viu as fotos)

  6. Ana Guerreiro Pereira

    é que numas parece que a lua está “de patas para o ar”, noutras o desenho geométrico é á esquerda, noutra á direita; e não consigo ver se é devido a estar-se no hemisferion sul ou norte, etc, porque não estou a detectar um padrão.

  7. Ana Guerreiro Pereira

    O mesmo leitor deu como exemplo a foto tirada em Aveiro; perguntei-lhe se não era um caso de “patas para o ar”, ao que me respondeu que através de um transferidor afirma que “a foto não foi invertida porque o angulo é de 135º” e “ninguém roda uma foto nesse angulo”. Ora, sou uma idiota no que respeita a fotografia e angulos e bla bla whiskas saquetas (:D), de modo que estou somente a colocar a questão levantada e a esperar pela vossa análise. :)

  8. Ana Guerreiro Pereira

    Por exemplo, tb há fotos da austrália (hemisfério sul), com um padrão de crateras semelhante a foto tiradas no hemisfério norte. As fotos tiradas em aveiro têm um padrão diferente das restantes tiradas em Portugal; mas por acaso pensei que estivesse de patas pro ar.

  9. Carlos Oliveira

    telescopes.com…

    Essa é realmente uma pergunta interessante.
    Pode ser porque as pessoas preferem assim :)

    Sabes que a imagem que chega nos telescópios é invertida.
    http://en.wikipedia.org/wiki/Optical_telescope#Inverted_images
    http://www.telescopes.com/telescopes/imageorientationwhyiseverythingupsidedownarticle.cfm
    “One of the most surprising discoveries first-time telescope owners will find is that images may appear upside-down or backwards depending on the type of telescope. The first thought is the telescope is broken – when in fact it is working perfectly normal. Depending on the type of telescope images may appear correct, upside-down, rotated, or inversed from left to right.”

    Depois é com as pessoas, se querem rodar a imagem para a colocarem na forma “correcta” ou deixam assim.
    Eu perguntei isso há uns meses atrás a um astrónomo amador. Perguntei-lhe porque ele não punha o planeta na posição correta. Ele disse-me que preferia deixar estar o original que lhe chegava pelo telescópio. Pelos vistos, é a solução mais apreciada pelos astrónomos amadores
    ;)

  10. Ana Guerreiro Pereira

    eheheheh, eu sabia que era um caso de “patas invertidas pó ar” :D já passei a informação que me deste :)

    mas não conhecia essa preferência dos astrónomos amadores :)

  11. Carlos Oliveira

    tu não acredites nas minhas generalizações :P

  12. Ana Guerreiro Pereira

    LOL, não, longe de mim acreditar num astrónomo profissional especialista em divulgação… :D

  13. Carlos Oliveira

    Nota que não fiz nenhum estudo científico ;)

    Estou-me somente a basear na resposta que me foi dada pelo astrónomo amador, em que parece que entendi que é assim que preferem, já que é a imagem original do seu trabalho.
    ;-)

  14. Ana Guerreiro Pereira

    Carlos, entendido :)

  15. Carlos Oliveira

    Vejam 12 fotos de 2012, tiradas em Portugal e no Brasil:
    http://astropt.org/blog/2012/05/06/12-fotos-amadoras-da-grande-lua-desta-noite/

  16. GILSON N. ALMEIDA

    Obrigado pelas fotos maravilhosas de nosso satélite – Lua.

    Pergunta-se se a Lua é um satélite natural ou foi criado por inteligencias cósmicas, pois existe esta dúvida e realidade diante das pesquisas de vários estudiosos.

    Pergunta-se – Estão vinculando em vários sites na rede que as imagens da LUA está totalmente diferente das expressas nas folinhas ou calendários…o que dizer a respeito deste assunto nos meios de pesquisadore sérios.

    Obrigado pelas respostas as duas perguntas… ATT – GILSON – GNA

    1. Carlos Oliveira

      A Lua é um satélite natural.

      Quanto à Lua estar diferente, isso é parvoíce de vigaristas.
      Por favor, leia este blog, que essa pergunta já foi respondida por várias vezes.

      “Quanto à suposta excentricidade da Lua que os pseudos reivindicam, se eles não fossem vigaristas compravam um telescópio e viam por si próprios.

      Infelizmente, preferem vigarizar as pessoas com mentiras, facilmente desmontadas em qualquer sítio de conhecimento astronómico… mesmo em locais de conhecimento para crianças (eles são tão vigaristas, que nem sequer sabem ler textos e ver imagens que qualquer criança de 5 anos compreenderia):
      http://starchild.gsfc.nasa.gov/docs/StarChild/questions/question43.html
      http://en.wikipedia.org/wiki/Wet_moon
      http://www.astronomycafe.net/qadir/q2685.html
      http://www.flickr.com/photos/uk_greg/5506419153/
      http://www.usatoday.com/tech/columnist/aprilholladay/2004-06-10-wonderquest_x.htm

      Quem anda a vigarizar as pessoas devido à forma da Lua, bastaria perder 1 minuto no Google para perceber que os “mistérios” são inexistentes.”

  17. Samara

    é maravilhoso tudo o q eu vi. E cena de filme coisa de louco, mas apaixonada… q romantico

  18. pedrocesar

    as fotos do nosso satelite sao fantasticas

  19. LUANA

    NOSA ADOREI VER IMAGENS LINDAS COMO ESAS.

  20. paulo

    melhor é ao vivo..hehe…

  21. ALANDERSON

    LINDAS.SIMPLESMENTE LINDAS…

  22. alex

    muito sica

  23. Elcy

    Grata por dividir tanta beleza

  24. Wander

    Carlos, qual seria sua explicação, para que uma foto tirada do Canadá (hemisfério Norte), tenha a mesma imagem de uma tirada da patagônia-Chile, (Hemisfério Sul), ou seja, uma delas deveria estar de cabeça para baixo se é que estamos em um globo, não concorda?

    1. Carlos Oliveira

      Wander,

      Penso que a sua pergunta está respondida aqui:
      http://curious.astro.cornell.edu/question.php?number=775

      Podem existir diferentes explicações para essas imagens (por exemplo, uma ter sido feito com os “olhos” e outra com telescópio), mas para poder se explicar melhor, tem que nos mostrar as fotos e nos dar as fontes em que viu isso ;)

      abraços!

    2. Rui Costa

      Wander,
      Como diz o Carlos Oliveira, se colocar aqui o link para essas fotos será mais fácil responder concretamente a essas fotos. Sem sabermos a que fotos se refere, apenas posso divagar sobre as orientações possíveis da Lua numa foto.

      Então cá vai:

      1º Se a foto da Lua aparece isolada na foto, sem pontos de referência terrestres, poderá ter qualquer orientação, dependendo de como for fixada a máquina fotográfica no telescópio (o focador do telescópio e o anel que fixa a câmara podem rodar 360º…). No entanto, é habitual orientar os astros de modo a que o Pólo Norte apareça orientado para cima.

      2º Se a Lua for fotografada junto ao horizonte, é habitual utilizar uma teleobjectiva, para ter um campo visual mais amplo. Como as teleobjectivas são pensadas para uma utilização do ida-a-dia, as fotos ficam com a orientação com que aparecem a olho nu. Neste caso, e para um observador no Hemisfério Norte, podem ocorrer duas situações:
      – Se a Lua é fotografada ao nascer, a leste, irá estar “deitada” com o Pólo Norte (PN) para a esquerda, o Pólo Sul (PS) para a direita, o bordo Este para baixo e o bordo Oeste para cima;
      – Se for fotografada no ocaso, a poente, também estará “deitada” mas com o PN para a direita, o PS para a esquerda, o bordo Este para cima e o Oeste para baixo.

      3º Se a Lua for fotografada junto ao horizonte, mas com um telescópio, então conte com uma imagem invertida pois em astronomia é irrelevante a orientação que um astro apresenta num telescópio… Neste caso, a orientação pode variar dependendo do telescópio utilizado. Dependendo do tipo de telescópio – refractor ou reflector- vai haver uma inversão cima/baixo e esquerda/direita ou penas esquerda direita…
      .
      No Hemisfério Sul, há as mesmas possibilidades, mas com a inversão que decorre da posição do observador que se situa na superfície de um esferóide a olhar para Norte para ver a Lua (enquanto um observador do Hemisfério Norte olha para Sul…).

      A resposta é longa mas espero ter ajudado…

  1. 19 mars 2011 : la plus grosse pleine lune de l’année | Cosmosium

    [...] C’est par ici : http://www.astropt.org [...]

  2. 25 fotos da Super-Lua deste ano

    [...] em 2011 deixei-vos 100 fotos da Super-Lua, neste post. Deixo agora mais 25 tiradas este ano, no mês passado (galeria [...]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>